[Politica]

Ads Top

Dilma chama Ministro de militante, mas se dá mal e é ironizada: 'vou falar dela nos autos'

A presidente afastada Dilma Rousseff deu nesta quinta-feira, 19, sua primeira entrevista exclusiva a um jornalista. Ela conversou com Glenn Greenwald, conhecido por reportar o caso 'Wikealeks'. Na conversa com o profissional da mídia, ela aproveitou para fazer duras críticas ao Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. Ela disse que a postura do profissional da justiça em parar investigações contra o Senador de Minas Gerais, Aécio Neves, do PSDB, mostrava uma postura militante de Gilmar. 
O que Dilma talvez não esperasse era uma resposta à altura do Ministro. Em entrevista a jornalistas, ele decidiu fazer ironia com os comentários da presidente afastada, que não gosta muito de sua postura. “Posso fazer uma ironia sobre a presidente Dilma? Vou só falar sobre a presidente Dilma nos autos”, disse o representante do Supremo Tribunal Federal nesta sexta-feira, 20. A opinião do Ministro foi dada durante uma visita à São Paulo. Gilmar está a frente do Tribunal Superior Eleitoral e foi ver como funciona a sede regional do Tribunal na maior cidade do país. 
Na entrevista ao jornalista do 'Wekealeaks', Dilma lembrou que Mendes é um dos treze integrantes da mais alta corte do país, mas que era "visivelmente militante". Não é a primeira vez que representantes do Partido dos Trabalhadores (PT) fazem críticas ao Ministro, que seria visto como de direita, muitas vezes não atendendo aos anseios da legenda. Rousseff disse que um tribunal não pode ter dois pesos e duas medidas. Ela ainda disse que se é para investigar, que todos sejam apurados. Ela mesma pode ser alvo de uma apuração da Lava Jato, mas para isso, o STF precisa acatar um pedido do Procurador Geral da República, Rodrigo Janot. 
A suspeita apontada por Janot é que a presidente afastada, junto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao então advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, teriam tentado atrapalhar as investigações da Lava Jato, então conduzidas pelo juiz federal Sérgio Moro. O pedido de Janto se deu porque Dilma tem foro privilegiado e não pode ser julgada por um tribunal comum.
publicidade
Dilma chama Ministro de militante, mas se dá mal e é ironizada: 'vou falar dela nos autos' Dilma chama Ministro de militante, mas se dá mal e é ironizada: 'vou falar dela nos autos' Reviewed by Ze Felipe on 6:48:00 PM Rating: 5