[Politica]

Dilma, Lula e Jucá: todos no mesmo barco; muita coisa ainda pode acontecer


O áudio vazado do ex-ministro Romero Jucá trouxe alvoroço para o Partido dos Trabalhadores (PT). A referência feita no áudio com relação à Operação Lava-Jato irá fazer com que senadores do PT tentem bloquear o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é quem comanda os trâmites para evitar o impeachment. Lula tentará ganhar mais 6 votos de senadores como tentativa de reverter o caso. Os áudios divulgados de Jucá serviram de manifesto para o PT enfatizar mais uma vez que o Brasil sofreu um "golpe", e poderão usar para esconder ou explicar os crimes dos quais Lula e Dilma estão sendo acusados. Dilma tentou colocar Lula como ministro da Casa Civil para burlar as investigações da Lava-Jato que corriam sobre o ex-presidente, em grampos vazados, Dilma fala sobre entregar um "termo de posse" ao ex-presidente, isso ficou entendido que Dilma tentou evitar a prisão de Lula.

Na noite de segunda-feira (23), Dilma, em seu discurso, Dilma disse que o povo brasileiro não elegeu "um governo só de homens, brancos, ricos e velhos, suas falas foram direcionadas para o governo do interino Temer.

Delcídio Amaral
Delcídio Amaral, que foi acusado de tramar um esquema de fuga para o ex-diretor da Petrobrás, Nestor Cerveró, reagiu sobre os acontecimentos, dizendo que as suas conversas não são nada perante os áudios grampados de Dilma, Lula e Jucá, e avaliou dizendo que a mudança do governo seria uma forma de fazer pacto contra a Lava Jato, Delcídio disse que isso é um absurdo e que por muito menos ele "foi pro saco". Também afirmou que a gravação não muda o fato do PT reverter o impeachment e que o partido de Dilma não tem mais condições de governar. Delcídio também disse que Dilma tentou sim, interferir nos tribunais superiores, para que beneficiem presos e investigados.

Joaquim Barbosa
O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) se pronunciou em redes sociais soltando a frase: "Bem, eu avisei", se referindo aos áudios e dizendo que Michel Temer não tem condições de governar o Brasil, Barbosa faz duras críticas sobre partidos e política e afirma que ter tirado a presidente de exercer seu cargo é algo muito grave e dá o recado dizendo que o Brasil conviverá por mais 2 anos com essa "anomalia".

Barbosa ficou conhecido por ser rígido no processo do mensalão que prendeu importantes nomes por casos de corrupção, o que desencadeou a Operação Lava-Jato.
Dilma, Lula e Jucá: todos no mesmo barco; muita coisa ainda pode acontecer Dilma, Lula e Jucá: todos no mesmo barco; muita coisa ainda pode acontecer Reviewed by Ze Felipe on 5:07:00 PM Rating: 5