[Politica]

Ads Top

"É triste, mas a vida continua", diz suplente de Delcídio sobre cassação

"É triste, mas a vida continua". Foi assim que o suplente do senador cassado Delcídio do Amaral (sem partido/MS), Pedro Chaves (PSC-MS), definiu nesta quarta-feira (11) como ele recebeu a notícia da cassação do colega de chapa na última terça-feira (10). "Recebi a notícia com muita tristeza. É triste, mas a vida continua. Sobretudo porque eu tinha uma relação antiga com Delcídio, mas é hora de olhar para frente", afirmou.
Pedro Chaves, 75, é empresário e educador. Fez fortuna no ramo da educação, onde começou a atuar em 1971.  Em 2014, declarou um patrimônio estimado em R$ 69 milhões. 
Ele é suplente de Delcídio desde 2010, quando entrou para a vida política. Em 2014, sua família e uma empresa ligada a ela doaram R$ 1 milhão à campanha de Delcídio ao governo do Estado. Delcídio perdeu as eleições.
Além do relacionamento com Delcídio, Chaves é conhecido por suas ligações com a família Bumlai, do pecuarista José Carlos Bumlai, preso pela Operação Lava Jato e apontado como amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A filha de Pedro Chaves, Neca Bumlai, é casada com o filho do pecuarista, Fernando Bumlai.
Com a cassação de Delcídio, ele se prepara para assumir o mandato do colega que vai até 2018. Chaves afirmou que não vai participar da votação da admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT) nesta quarta-feira e que só deverá assumir como senador na próxima semana, provavelmente entre a terça (17) ou quarta-feira (18).
"Ainda há uma série de trâmites a serem feitos. Tem uma questão burocrática que ainda não foi resolvida, mas já estou me preparando para ir a Brasília", afirmou.
Chaves afirmou que ainda está montando sua equipe e que pretende ter uma atuação diferente da de Delcídio. "O Delcídio tinha uma atuação muito focada na área de infraestrutura, asfalto, rodovias. Eu quero ter uma atuação mais humanista, com atenção para a educação", afirmou.
Questionado sobre como votaria a admissibilidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma, Chaves afirmou que não se sentiria à vontade para avaliar o caso. "Eu acho que eu precisaria de muito mais tempo para ver isso com calma. É uma situação complicada. Prefiro analisar isso durante o julgamento do impeachment propriamente dito", afirmou Chaves.
publicidade
"É triste, mas a vida continua", diz suplente de Delcídio sobre cassação "É triste, mas a vida continua", diz suplente de Delcídio sobre cassação Reviewed by Ze Felipe on 7:11:00 PM Rating: 5