[Politica]

Liberdade de Lula desafia lógica. Autoridades de braços cruzados diante de tantas evidências



O ex­presidente Lula tem sido alvo de denúncias de envolvimento em esquemas de corrupção desde que assumiu seu primeiro mandato em 2003. O petista foi apontado como chefe do mensalão por dezenas de testemunhas e seu nome aparece em praticamente todos os inquéritos em que seus comandados foram condenados. Além de poupar o ex­presidente na ação penal 470, também conhecida como o julgamento do “mensalão”, com flagrantes desvios no devido processo legal, a justiça foi negligente e não investigou a fundo os recursos de suas campanhas enviados ao exterior para pagamento do então marqueteiro do PT, Duda Mendonça. 

Mesmo diante de todas as evidências que apontavam para Lula como sendo o verdadeiro chefe da organização criminosa, nenhuma providência ou medida judicial foi tomada contra o expresidente. No relatório apresentado pelo então ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, a atividade criminosa do PT e de seus membros ficou bastante clara. O texto descreve a denúncia da Procuradoria Geral da República contra 38 réus envolvidos com o esquema, tem 122 páginas e narra como agiu a “sofisticada organização criminosa” para “garantir a continuidade do projeto poder do Partido dos Trabalhadores, mediante a compra de suporte político de outros partidos”. 

Vários integrantes da organização criminosa liderada por Lula, de acordo com os preceitos da Leia aqui o relatório teoria do Domínio do Fato ou da simples dedução lógica de qualquer pessoa que tenha o mínimo de vergonha na cara, foram presos e condenados. O ex­presidente se safou. De lá para cá, vários destes criminosos voltaram a delinquir e se envolveram em atividades criminosas no âmbito da Petrobras. Todos ligados de forma direta ou indireta à Lula, ao seu partido e as campanhas eleitorais do PT. 

Diante de novas evidências apuradas no âmbito da Operação Lava Jato, o Procurador­geral da República, Rodrigo Janot, apontou Lula como o verdadeiro chefe de todo o esquema e afirmou em parecer que "essa organização criminosa jamais poderia ter funcionado por tantos anos e de uma forma tão ampla e agressiva no âmbito do governo federal sem que o ex­presidente Lula dela participasse". Na mesma petição ao Supremo Tribunal Federal, o procurador ainda atribuiu ao ex­presidente 'articulações espúrias' contra a Lava Jato.

Enquanto Lula continuar solto, irá conspirar, tramar, chantagear, corromper e obstruir a justiça visando assegurar a manutenção de sua impunidade de forma espúria e criminosa. O Brasil grita que Lula é um ladrão. Está na boca do povo. Lula viaja de jatos de luxo por todo o país, ao custo de mais de R$ 100 mil por deslocamento e ninguém sabe de onde vem tanto dinheiro. 

Apenas durante a votação do impeachment de Dilma, Lula fez cerca de 22 deslocamentos em jatinhos. As explicações ridículas sobre o triplex de luxo no Guarujá ou sobre o sítio em Atibaia não convenceram nem uma criança. Lula teve vários amigos, sócios e correligionários presos por crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Nenhum dos crimes seriam possíveis sem a presença ou influência de Lula nos esquemas. Simples assim.

 O Brasil inteiro sabe que Lula é o chefe da organização. Sua liberdade, diante de todas as evidências, é uma fato que envergonha a nação. Os poucos brasileiros que ainda defendem a inocência do ex­presidente, o fazem por conivência, por simpatia ou por terem se beneficiado dos esquemas de corrupção do partido. A nação está preparada, ansiosa e ávida pela prisão de Lula.
Liberdade de Lula desafia lógica. Autoridades de braços cruzados diante de tantas evidências Liberdade de Lula desafia lógica. Autoridades de braços cruzados diante de tantas evidências Reviewed by Ze Felipe on 12:48:00 PM Rating: 5