[Politica]

Ads Top

Lula se encrenca com Porto de Cuba, enquanto Temer ganha apoio de EUA e Alemanha



A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar empréstimos concedidos pela BNDES juntamente com a mediação do Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio, nos quais aponta que o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva atuava como lobista da construtora Odebrecht, inquérito pelo qual uma das obras que está sendo investigada é o financiamento do Porto Mariel, em Cuba.

Os investigadores da Polícia Federal acreditam que há indícios fortes que durante os anos de 2011 a 2014, o ex-presidente teria recebido indevidamente vantagens financeiras, persuadindo agentes públicos de países como a República Dominicana, Cuba e Angola facilitando assim financiamentos feitos pela BNDES. As investigações ainda apontam que Lula usou de seu prestígio político de ex-presidente para intervir juntamente à Odebrecht e influenciando países estrangeiros, em benefício da construtora, através de interesse próprio e de familiares. O então presidente do BNDES, Luciano Coutinho, em um período de quatro anos obteve oito eventos agendados, porém em apenas um evento não contou com a presença ativa do Instituto Lula. Na delação de Delcídio do Amaral, foi possível conciliar informações que mostram uma interferência de Lula, o governo e pessoas ligadas ao ex-presidente nas decisões feitas pelo BNDES. 

Apoio a Temer
A "briga" entre aqueles que defendem o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e aqueles que acreditam que o Brasil presenciou um "golpe", ganhou holofetes no exterior. O embaixador americano Michael Fitzpatrick avaliou que o processo de impeachment no Brasil "foi feito seguindo o processo legal e respeitando a democracia". A visão americana é compartilhada juntamente com a Argentina e o Paraguai, porém de maneira oposta aparecem Bolívia e Venezuela que acreditam na tese da presidente Dilma Rousseff ,de que foi feito um "golpe de Estado". A Alemanha também se manifestou a respeito do Brasil que é seu maior parceiro na América Latina, o porta-voz do Ministério do Exterior da Alemanha, Martin Schafer disse que a Alemanha está respaldando o presidente interino Michel Temer e que o governo alemão não acredita em "jogos de palavras desse tipo", se referindo ao "golpe" dito por Dilma.
publicidade
Lula se encrenca com Porto de Cuba, enquanto Temer ganha apoio de EUA e Alemanha Lula se encrenca com Porto de Cuba, enquanto Temer ganha apoio de EUA e Alemanha Reviewed by Ze Felipe on 12:12:00 AM Rating: 5