[Politica]

Ads Top

PT é condenado a pagar R$ 3,6 milhões em esquema criminoso na gestão Celso Daniel



"Inegável que os líderes políticos do Partido dos Trabalhadores da época consentiram e tiraram proveito do esquema criminoso" Este foi apenas um dos trechos da sentença do juiz juiz Genilson Rodrigues Carreiro, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Santo André, que condenou o Diretório Nacional do PT a pagar R$ 3,6 milhões em ação de improbidade administrativa.

 A multa é resultando de uma ação na justiça sobre o esquema de arrecadação de propina na gestão do prefeito de Santo André, Celso Daniel, assassinado em 2002. O ex­ministro dos governos de Lula e Dilma, Gilberto Carvalho, o empresário Ronan Maria Pinto, e Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, também foram condenados na mesma ação. o Sombra é apontado pelo Ministério Público como mandante do assassinato de Celso Daniel e Ronan Maria Pinto é apontado como o chantagista que cobrou R$ 6 milhões do PT para não denunciar o suposto envolvimento de Lula e Dirceu no assassinato de Celso Daniel.

Leia abaixo alguns trecho da decisão do juiz Genilson Rodrigues Carreiro, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Santo André,em sentença do último dia 13.:

 A minuciosa apreciação da prova (...) conduz à segura conclusão de que no segundo mandato de Celso Daniel à frente do Poder Executivo de Santo André organizou­se e implementou­se verdadeira organização criminosos, articulada com o propósito de extorquir empresários do ramo de transporte público",

Segundo o juiz, os valores cobrados dos empresários servia para abastecer campanhas do PT no âmbito municipal, estadual e nacional. "Inegável que os líderes políticos do Partido dos Trabalhadores da época consentiram e tiraram proveito do esquema criminoso", assinala o magistrado.

Segundo Carreiro, Celso Daniel não perseguia o enriquecimento pessoal, mas "sim de auxiliar na conquista de espaço político por meio do financiamento ilegal de campanhas, cujos recursos eram obtidos de forma criminosa".

 "Não é possível isentar de responsabilidade o Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores: os atos ilícitos foram planejados, organizados e executados por pessoas que figuravam entre as suas maiores lideranças. Os recursos obtidos tinham por destino o financiamento das campanhas dos seus candidatos e ultrapassavam enormemente as necessidades partidárias no âmbito municipal".

Gilberto Carvalho, que foi secretário de Comunicação e de Governo de Celso Daniel, foi condenado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos e a pagar multa no valor equivalente a 50 vezes o seu salário como secretário.

O juiz alega ter sido “controvertida”, mas não “inverossímil” a acusação de João Francisco Daniel, um dos irmãos de Celso Daniel, de que cabia a ele transportar os recursos arrecadados irregularmente de Santo André para a sede do PT. "Independente disso, no caso dos autos, a simples ciência do esquema ilícito de arrecadação de recursos e a grave e conveniente omissão dolosa em denunciá­lo, por si só, constitui ato de improbidade". O PT não se pronunciou sobre o assunto. 
publicidade
PT é condenado a pagar R$ 3,6 milhões em esquema criminoso na gestão Celso Daniel PT é condenado a pagar R$ 3,6 milhões em esquema criminoso na gestão Celso Daniel Reviewed by Ze Felipe on 7:01:00 PM Rating: 5