As críticas que José Trajano fez a Danilo Gentili durante o Programa Linha de Passe da ESPN continuam rendendo muita polêmica nas redes sociais. Gentili usou seu perfil no Facebook para fazer acusações graves contra o comentarista esportivo e também contra o PT, a quem acusa de manter "uma máquina de moer reputações". 
O humorista afirmou que o Partido dos Trabalhadores "comprou", via um "bolsa-difamação" (referência irônica ao programa Bolsa-Família), um exército de pessoas dispostas a destruir a imagem de quem critica ou satiriza os líderes do partido, a exemplo de Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula. Danilo chama estes "soldados" de cegos e oportunistas, e acusa o PT de ter sangrado o Brasil como nunca se viu antes. 
O apresentador vai além. Diz que a maior parte dos jornalistas pagos pelo partido não fazem as críticas por ideologia, mas sim para terem seus sites e blogs patrocinados com verba de publicidade governamental. Para tanto, estão dispostos até mesmo a mentir. Em sua crítica mais dura, compara estes profissionais ao ministro da propaganda nazista Joseph Goebbels. Goebbels entrou para a história como um dos grandes apoiadores de Hitler e mentor do plano nazista de extermínio dos judeus.
A metralhadora de Danilo Gentili se volta até mesmo contra os próprios internautas. Ele afirma que os usuários do Facebook não se dão ao trabalho de checar a veracidade das informações, satisfazendo-se em apenas ler as manchetes e compartilhar as mentiras, atirando pedras nas vítimas da difamação. Gentili se diz vítima dos ataques do PT por ter decidido "não moldar o seu pensamento ao exigido pela patrulha da hegemonia ideológica. É assim que funciona a máquina de moer reputações. E você, que está lendo isto agora, paga por ela", falou aos seus seguidores.
Por fim, ataca José Trajano, chamando-o de militante petista que usa sua credencial de jornalista para fazer acusações infundadas. Confira abaixo o depoimento completo do humorista, que já teve quase dois mil compartilhamentos.