[Politica]

Ads Top

Lindbergh diz que processo contra Dilma é ''jogo de cartas marcadas''


Logo no início da sessão de ontem, do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) justificou a ausência de Dilma. 

O senador disse que foi um dos que a aconselhou a não comparecer à sessão de hoje. Para Lindbergh, a vinda da presidenta afastada seria inútil já que no colegiado não estão discutindo critérios jurídicos do processo, apenas políticos. "Isso aqui é um jogo de cartas marcadas. Pra que trazer a presidente aqui?", disse.

Segundo o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) a ideia de chamar a presidenta ao Senado hoje foi um gesto de benevolência e respeito uma vez que, segundo ele, não há nenhuma previsão legal que garanta a presença dela hoje na comissão ou a leitura de uma carta escrita por ela pelo advogado.

José Eduardo Cardozo defendeu que a presidenta afastada tem direito de se defender hoje e que o documento que ele trouxe não é uma simples carta, mas um “depoimento por escrito” da petista.
O cronograma da Comissão do Impeachment prevê que entre os dias 7 e 12 de julho a acusação apresentará as alegações finais. Entre os dias 13 e 27 de julho, caberá à defesa enviar os argumentos finais. 

A partir daí até 1º de agosto, o relator Antonio Anastasia (PSDB-MG) poderá elaborar o parecer sobre o caso. Ao meio-dia do dia 2 de agosto, o parecer será lido na comissão, para discussão no dia seguinte e votação no dia 4. 

(24horasnews)


publicidade
Lindbergh diz que processo contra Dilma é ''jogo de cartas marcadas'' Lindbergh diz que processo contra Dilma é ''jogo de cartas marcadas'' Reviewed by Ze Felipe on 3:39:00 PM Rating: 5