[Politic]

Gleisi pede apoio popular para barrar governo Temer: "A partir de agora é colocar o pé na porta"

Para dar um exemplo concreto de como o governo de Michel Temer pode afetar a vida do país e o cotidiano das pessoas, muitas das quais não tinham ou não têm noção do que significa “Estado mínimo”, por exemplo, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) conta um caso relacionado à educação. 
“Esses dias eu estava falando com professoras da Universidade Federal de Minas Gerais que iam a um seminário em Portugal, previsto havia muito tempo. Perto do seminário foram avisadas que a universidade não bancaria mais as passagens e as estadias. Pagaram do próprio bolso.”
Esse é um exemplo claro que, entre muitos outros, mostra às pessoas o que está à frente do país e delas próprias. “Estão tendo clareza que daqui pra frente as universidades federais vão sofrer um ataque imenso, para se justificar uma privatização, uma forma diferente de gestão das universidades. Estou dando um exemplo, mas isso vai acontecer em várias áreas do setor público”, disse Gleisi em entrevista à RBA.
Segundo a senadora, a situação pós-impeachment “não está fácil”. Outro exemplo das dificuldades: na sessão de quinta-feira (8), o Senado aprovou a Medida Provisória 727, que cria o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), já aprovada na Câmara dos Deputados, e vai à sanção presidencial. A MP nada mais é do que a recepção da Lei 9.494/1997, que instituiu o Programa Nacional de Desestatização de Fernando Henrique Cardoso e garantiu a privatização da Companhia Vale do Rio Doce, Eletropaulo e Telebras.
Para a senadora, não existe alternativa para barrar iniciativas como a PEC 241, que congela investimentos em saúde e educação, ou a flexibilização da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e reforma da Previdência, entre outras, a não ser a mobilização popular. “Se não tivermos mobilização, se o movimento social não estiver junto, se isso não ecoar no Congresso, nós não conseguimos barrar”, diz. “A gente tem insistido muito em ficar alerta, a partir de agora colocar o pé na porta, para não deixar as coisas acontecerem.”
Gleisi acredita que a conscientização dos trabalhadores em geral e dos servidores públicos sobre o que realmente significa o governo Temer vai aumentar a resistência cada vez mais. “As pessoas estão começando a ter consciência do que significou esse processo de impeachment. As mobilizações vão crescer. Não tenho dúvida disso.”
Veja a entrevista completa em: http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2016/09/gleisi-hoffmann-pede-mobilizacoes-a-partir-de-agora-e-colocar-o-pe-na-porta-6323.html
Gleisi pede apoio popular para barrar governo Temer: "A partir de agora é colocar o pé na porta" Gleisi pede apoio popular para barrar governo Temer: "A partir de agora é colocar o pé na porta" Reviewed by Ze Felipe on 11:27:00 AM Rating: 5