[Politica]

Grata por propina, Gleisi acusa procuradores de “violência nunca vista” contra Lula


A senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR) por certo reúne um pouco de todas as acusações que lhe imputam, mas é preciso reconhecer que a petista cultiva o nobre sentimento da gratidão (sic).

Acusada pelo ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE), delator na Operação Lava-Jato, de ter embolsado, em 2010, propina de R$ 1 milhão, com autorização direta de Lula, a senadora não se cansa de defender o dramaturgo do Petrolão. Tarefa reconhecidamente árdua e ingrata.

Em pronunciamento na tribuna do Senado, na segunda-feira (19) Gleisi, com o costumeiro exagero e a persistente estridência, classificou de “violência” a denúncia tornada pública pelo Ministério Público Federal, na última semana, contra o ex-presidente Lula, acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do apartamento triplex em Guarujá, no litoral paulista.

Além disso, na explanação que precedeu a denúncia, Lula também foi apontado como “comandante máximo” da organização criminosa montada pelo PT para saquear as estatais brasileiras, condição criminosa que os procuradores da Lava-Jato chamaram de “propinocracia”.

Gleisi disse, em plenário, que a denúncia foi na verdade um “ato de condenação” feito de forma cinematográfica e o resultado é que “o Brasil e o mundo ficaram impactados” com o discurso político, a ação acusatória, a condenação e a punição pública do ex-presidente, a cargo do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lavo-Jato em Curitiba. E, segundo a petista, quem gostou disso foram aqueles que são contra o Partido dos Trabalhadores e o ex-presidente Lula.

“Mas os que acreditam no Estado de Direito, os que acreditam na democracia ficaram estarrecidos diante do comportamento do Ministério Público Federal, coisa não vista em nenhum momento da nossa história. E os apoiadores do presidente Lula, além de estarrecidos, ficaram, ficamos, todos indignados. O que nós assistimos foi um verdadeiro atentado à dignidade humana, à dignidade humana do presidente Lula, da dona Marisa e da sua família”.

Via: http://ucho.info/grata-por-propina-milionaria-gleisi-acusa-procuradores-da-lava-jato-de-violencia-nunca-vista-contra-lula

Grata por propina, Gleisi acusa procuradores de “violência nunca vista” contra Lula Grata por propina, Gleisi acusa procuradores de “violência nunca vista” contra Lula Reviewed by Ze Felipe on 7:47:00 PM Rating: 5