[Politica]

Ads Top

Garotinho vitimizar e atacar: 'Minha prisão foi injusta, Sou uma das pessoas que mais combatem a corrupção'


O programa Conexão Repórter exibiu na madrugada desta segunda(28), uma entrevista com o ex-secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho. Na entrevista que teve duração de aproximadamente 1 hora, Garotinho usou suas duas táticas que já são velhas conhecidas pelos campistas: Vitimizar e atacar.
publicidade


Garotinho disse que está sofrendo perseguição do judiciário, já que teria supostas provas de corrupção envolvendo diversas autoridades do Rio de Janeiro, incluindo do poder judiciário. A prefeita de Campos – que não aparece na cidade há mais de 1 mês – Rosinha Garotinho, também participou de alguns trechos do programa onde chegou a afirmar que o juiz Glaucenir Silva de Oliveira teria uma amizade com um coordenador de campanha de um de seus adversários nas últimas eleições. Além da suposta perseguição, Garotinho também falou dos momentos em que esteve na UPA de Bangu. Segundo ele, o momento mais lamentável foi durante a madrugada “Acordei e tinha uma barata no meu braço”.

Durante a entrevista, Garotinho se defendeu afirmando que não tem envolvimento com o ”escandaloso esquema” de compra de votos envolvendo o benefício do Cheque Cidadão. Para ele, o fato de não ter sido autorizado o pagamento do benefício no dia 30 de setembro, isso não caracteriza um crime eleitoral. Além disso, Garotinho falou que não roubou milhões, não tem casa em Mangaratiba e também não possui lancha de R$ 5 milhões.

Durante boa parte da entrevista, Garotinho fez questão de falar sobre um dossiê que ele possui, e que segundo ele, existe denúncias com provas de 95 crimes de corrupção envolvendo obras da DELTA para o governo do estado do Rio de Janeiro durante o governo de Sérgio Cabral, além de diversos outros escândalos.

Ao afirmar que sofre uma perseguição, Cabrini perguntou “O Senhor não acha que é gente demais envolvido nisso?” e depois relembrou que a briga entre Garotinho e a justiça já é antiga, citando os fatos como a  condenação sofrida por Garotinho no ano de 2010, onde Garotinho foi condenado por formação de quadrilha, junto com Alvaro Lins. Também foi citado o fato de Garotinho ainda responder a três inquéritos no STF por peculato, lavagem de dinheiro, ameaça e crime eleitoral, além de ações por improbidade administrativa.

Um momento que chamou a atenção dos telespectadores foi quando Cabrini falou “A desonestidade do governador Sérgio Cabral, não te faz honesto”, Garotinho então respondeu “Eu sou honesto porque eu não compro voto”.

Para finalizar, Garotinho não quis informar se tem gravações secretas envolvendo.

Via: clickcampos

publicidade
Garotinho vitimizar e atacar: 'Minha prisão foi injusta, Sou uma das pessoas que mais combatem a corrupção' Garotinho vitimizar e atacar: 'Minha prisão foi injusta, Sou uma das pessoas que mais combatem a corrupção' Reviewed by Ze Felipe on 10:56:00 AM Rating: 5