[Politic]

Bilhões que iria para Cuba são cancelados, Michel Temer disse que vai investir na saúde do Brasil



A corte fez um estudo detalhado dos documentos relativos ao acordo concluiu que o tratamento diferenciado entre os médicos brasileiros e os que profissionais que vieram por meio do intercâmbio e constatou que as cláusulas afrontam o artigo 5º da Constituição Federal, segundo o qual todos são iguais perante a lei.
publicidade


Implantado pelo governo Dilma há três anos, o programa Mais Médicos prevê o repasse de cerca de 60% dos rendimentos dos profissionais ao governo cubano. com a revisão do programa pelo novo governo, os profissionais de saúde passarão a receber integralmente seus salários e poderão obter o visto de permanência no Brasil.

O futuro governo deverá rever os contratos com os médicos cubanos, visando assegurar-lhes os direitos profissionais a remuneração adequada. Cerca de 50 espiões cubanos enviados ao Brasil para fiscalizar os profissionais deverão ser extraditados.

Dados disponíveis no site do Fundo Nacional de Saúde revelam que o governo brasileiro já repassou bilhões de reais ao governo cubano ao longo dos últimos três anos. As transferências são realizadas em nome da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), e envolve uma operação considerada ilegal, já que há um contrato entre o governo brasileiro e a entidade que omite a relação com o governo dos irmãos Castro.

Há pouco mais de um ano, o Jornal da Band denunciou uma trama entre o Ministério da Saúde e a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) para acobertar a intenção de favorecer a ditadura cubana por meio do Programa Mais Médicos.

O repasse da maior parte dos salários dos médicos cubanos ao governo daquele país contraria definição do Tribunal de Contas da União. A corte fez um estudo detalhado dos documentos relativos ao acordo concluiu que o tratamento diferenciado entre os médicos brasileiros e os que profissionais que vieram por meio do intercâmbio e constatou que as cláusulas afrontam o artigo 5º da Constituição Federal, segundo o qual todos são iguais perante a lei.

 Via: Jornalonlinetc
        http://jornalonlinetc.blogspot.com

Bilhões que iria para Cuba são cancelados, Michel Temer disse que vai investir na saúde do Brasil Bilhões que iria para Cuba são cancelados, Michel Temer disse que vai investir na saúde do Brasil Reviewed by Ze Felipe on 10:56:00 AM Rating: 5